AMANTES DA BOA COZINHA... AQUI VOU EU!!!

RECEITAS TESTADAS, APROVADAS, SABOREADAS E MUITO MAIS...


SEGREDOS E DICAS PARA PRATOS QUE PARECEM COMPLICADOS FAZEREM SUCESSO EM SUA CASA...



sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Torradinhas temperadas

Sabe aquele pão duro? É aquele que ninguém tá afim de comer... Pois é, sabia que ele pode se transformar em deliciosas torradinhas que vão bem a qualquer hora?
Ah, mas eu não consigo cortar rodelas fininhas...
Fica a dica: pegue o pãozinho amanhecido e coloque na geladeira por pelo menos um dia, no próprio saquinho que ele veio. O resultado disto? Seu pão ficará bem firme, para você poder cortá-lo em finas fatias, sem que ele se esfarele, ok!?

Vamos a receita.

Peixe vapt-vupt

Hoje trago pra todos uma receita super rápida para o almoço ou janta. Eu usei nessa receita um tempero que dá um toque bem especial que é o molho tártaro desidratado. Para quem não conhece fica a dica, ele é ótimo para temperar peixes e frango.
Filé de peixe super leve, saboroso e como eu disse só para os ligeiros.

Ingredientes

4 filés de merluza (pode ser pescada, polaka ou o que mais lhe agradar)
3 batatas médias
1 dente de alho bem picadinho
1/3 de cebola em cubos pequenos
1/2 colher de sopa de molho tártaro desidratado
1 pitada de sal
1/3 de pimentão vermelho em rodelas finas
manjericão fresco a gosto
azeitona verde sem caroço a gosto
azeite para regar


Modo de preparo

Tempere os filezinhos com alho, cebola, sal a gosto, o molho tártaro. Reserve
Em uma panela cozinhe as batatas cortadas em rodelas de aproximadamente 1 cm, com uma pitada de sal. Não deixe ficar muito cozida.
Coloque em uma assadeira ou refratário pequeno, papel alumínio cobrindo totalmente o fundo e as laterais. Espalhe as rodelas de batata no fundo e nas laterais da assadeira, formando apenas uma camada. Arrume os filés sobre as batatas, o manjericão levemente picado, o pimentão e por último as azeitonas. Regue com azeite, cubra com papel alumínio e leve ao forno médio por 20 minutos.

Prontinho é só servir com arroz e uma salada e voilá.  Bon appetit!

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Arroz doce

Com vocês uma receitinha para aquecer os corações e as barriguinhas.
Um doce bem tradicional, e acredito que cada família tem seu jeito todo peculiar de fazer, com todos seus segredinhos e macetes, porém essa receita me acertou em cheio de tão saborosa que fica, e ainda por cima tem aquele pulo do gato que faz com que o seu doce não vire um bloco quando guardado na geladeira.

Segui com referência a receita que esta no livro da Chef Mônica Rangel_ Interpretações do gosto, da Editora Senac.

Vamos lá?